Páginas

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Caminho Existencial !

         
          Profetizado por uma tribo semita, escolhida para receber a revelação de um projeto divino. Para os Cristãos, em um momento da trajetória histórica da humanidade nasce um Homem que diz:

João 14, 5-7

“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.”

         Este Homem morreu e foi denominado como:

João 19, 19-19

“Jesus Nazareu, o Rei dos judeus.”

         O Filho que veio trazer a misericórdia Divina para a justiça do Pai.

O que isso nos fala existencialmente?

         Que existe uma vida após a morte?

         Que existe um Deus de vivos e não de mortos?

Lucas 20, 36-38

“Pois nem mesmo podem morrer: são semelhantes aos anjos e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição. Ora, que os mortos ressuscitam, também Moisés o indicou na passagem da sarça, quando diz: o Senhor Deus de Abrão, Deus de Isaac e Deus de Jacó. Ora, Ele não é Deus de mortos, mas sim de vivos; todos, com efeito vivem para Ele.”

         Esta talvez seja a promessa existencial para além da vida material, destinada ao Homem, a Vida Eterna, plena, abundante, justa, imersa no amor de Deus.

         Façamos uma reflexão existencial:

         Em que medida somos justos?

         Merecedores da transcendência imaterial?

         Caso nos sintamos frágeis, miseráveis, recorramos a Divina Misericórdia, capaz de tudo suportar e perdoar. Para conhecermos a verdade somos convidados a fazer uma peregrinação existencial, é uma busca.

         Está em nossas mãos fazer uma escolha existencial.

“Fazemos nossos caminhos e lhes chamamos destino.”

(Benjamin Disraeli)
Postar um comentário