Páginas

terça-feira, 5 de julho de 2016

Por um Destino Desconhecido !



         

         O Homem tem que usar a razão e agir com o coração. O que move a ação humana é o sentimento racional. Segundo Blaise Pascal: “O coração tem razões que a própria razão desconhece.” Demonstra o que nos dá coragem para darmos um passo rumo ao desconhecido. Velhas políticas e o statu quo vigente não são suficientes para dar uma resposta rumo ao futuro.
         A essência da causa da crise da relação entre as pessoas, que constituem as populações de inúmeras nações é a relação do capital e trabalho, ou seja, a renda, e o retorno sobre o capital financeiro. Relação tal que para ser sustentável, deve ser mediada pelo Estado, formulador de leis para a promoção da justiça social.
         Onde podemos ver um caminho, uma luz? Será no desconhecido, o por construir, baseado na Ética da Alteridade de Emmanuel Levinas.

“Fazemos nossos caminhos e lhes chamamos destino.”
(Benjamin Disraeli)


Postar um comentário