Páginas

domingo, 21 de janeiro de 2018

O Dever do Filósofo !

          O que é o dever?
         A palavra dever se refere a tudo que é considerado uma obrigação e que muitas vezes deixa de ser o desejo adequado ou apropriado de uma pessoa. O termo está relacionado com a ética e a moral, pois se refere a ações ou formas de comportamento que têm sido socialmente estabelecidos e conceituados como apropriados ou corretos para determinadas situações. Cumprir com o dever estabelece sempre algum tipo de benefício social ou individual que pode ser mais ou menos visível. Para controlar e medir o desejo ou o impulso das pessoas que existe justamente o dever.
         Um filósofo deve cumprir qual dever? Não ceder a nenhuma outra de suas razões, senão às que as reflexões demonstram serem as melhores.
As opiniões que os homens formam, a umas se deve acatar, a outras não. Não é absolutamente com o que dirá de nós a multidão que nós devemos preocupar, mas com o que dirá a autoridade em matéria de justiça e injustiça, a única, a Verdade em si. Não devemos dar máxima importância ao viver, mas ao viver bem. E onde está a verdade? Na justiça.
         Para o homem justo, jamais se deve proceder contra a justiça. Nem mesmo retribuir a injustiça com a injustiça, como pensa a multidão, pois o procedimento injusto é sempre inadmissível. Em suma, não devemos retribuir a injustiça, nem fazer mal a pessoa alguma, seja qual for o mal que ela nos cause.
         Devemos cumprir as convenções justas, a lei que firmamos em sociedade, ou não?
         O dever está em cumprir a lei ou executar as ordens da cidade e da pátria ou obter a revogação da lei pelas vias criadas do direito. Uma vez, que as leis façam parte dos direitos civis e do conhecimento da vida pública e de nós, devemos nos sujeitar as leis, se não for do nosso agrado, temos a liberdade de juntar o que é nosso e partir para onde bem entender.
         Mas se permanecemos, vendo a maneira pela qual é distribuída a justiça e desempenhada as outras atribuições do Estado, o comportamento humano deve ser orientado pela lei estabelecida. Os supremos valores da humanidade são a virtude, a justiça, a legalidade e as leis.
         O violador de leis é um ser que pratica a injustiça, incapaz de cumprir o seu dever, de ser um cidadão em sua pátria.
         Um filósofo, mestre, professor deve ensinar ao seu discípulo, aluno a ser um ser
 justo, cidadão, cumpridor de seus deveres. Sócrates é este filósofo, mestre, professor.

 
Postar um comentário