Páginas

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Religiões Voltadas Para Justiça Social !

        Por ética, podemos entender o juízo de apreciação feito com o propósito de orientar a conduta humana amparada no discernimento do bem e do mal.

         O monoteísmo ético judaico cristão está solidamente edificado não apenas sobre códigos ou doutrinas religiosas e espirituais das leis bíblicas, mas sobre a pregação enfática dos profetas bíblicos em favor da justiça social e de seus efeitos na sociedade.

         A ética encontra-se estreitamente relacionada, portanto, às questões políticas urgentes e à justiça social, valores que norteiam a conduta coletiva do povo e da nação. A ética bíblica traz exigências ligadas ao bem coletivo do povo.

         Os sábios ensinam que o há um compromisso com a igualdade e com a unidade dos seres humanos. “Leis da Santidade”, (Lv 17-26): “Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Lv 19,18)

         É a exigência da ética do amor ao próximo por sermos todos iguais. Exige consideração para com a vida, a saúde, os poderes e as propriedades do vizinho.

         Assim, viver a religião, fazer um testemunho de sua crença, seja no ambiente privado ou público, é participar da vida privada e da vida pública, e em um ano de eleições, para os que acreditam e professam esta fé, é um momento para escolhermos líderes que sejam capazes de por em prática: “O amor ao próximo como a ti mesmo.” Ou seja, ser capaz de promover a justiça social e seus efeitos na sociedade.

“Fazemos nossos caminhos e lhes chamamos destino.”

(Benjamin Disraeli)

Veja os Poemas...
Postar um comentário