Páginas

segunda-feira, 18 de maio de 2015

O Objetivo da Hermenêutica !

 
Segundo Gadamer, “o objetivo da hermenêutica é compreender a verdade que o texto contém. A tarefa da hermenêutica é integrar essa verdade em nossa vida. A compreensão significa chegar a um acordo em relação a algum assunto.”
         É um processo de aquisição do conhecimento, que cobra um empenho por parte do leitor, que deve utilizar de sua força intelectual para compreender o texto que se lê. Muitas das vezes não é fácil, demanda tempo e paciência, mas ao fim do processo o leitor é recompensado com a aquisição de um novo ponto de vista.
         Segundo Schleiermacher, “a tarefa central do intérprete é recriar o processo criativo do autor para compreender o significado intencionado pelo autor. A tarefa da hermenêutica muda para a reconstrução.”
         Schleiermacher quer não só compreender as palavras exatas e seu significado objetivo, mas também a individualidade do orador ou autor. É uma mudança radical na tarefa da compreensão.
         Para Gadamer, “esta ênfase na interpretação psicológica implica que o assunto é ignorado na compreensão de um texto, substituído por uma reconstrução estética da individualidade do autor. A interpretação divinatória do ato criativo pressupõe a congenialidade, a saber, que toda individualidade é uma manifestação da vida universal.” Gadamer afirma “que é apenas essa pressuposição que dá ao intérprete acesso ao pensamento do autor.”
         Gadamer “considera que este ato divinatório de recriação é impossível.”
         Schleiermacher afirma que “o intérprete pode compreender um autor melhor do que o autor se compreende porque, na reconstrução do pensamento do autor, o intérprete terá consciências de influências que o autor não tinha.”
         Entre Gadamer e Schleiermacher existe um ponto de divergência na forma de se fazer a hermenêutica de um texto. Até que ponto Schleiermacher tem razão é uma interrogação, pois compreender a verdade que um texto contém se faz pela compreensão das palavras exatas e seu significado objetivo, o que já é uma grande tarefa. Recriar o processo criativo do autor para compreender o significado intencionado pelo autor é uma tarefa que pode dispersar o intérprete, e leva-lo a conclusões infundadas. Existe um ponto de equilíbrio a ser desvendado, que permita a realização destes dois movimentos na filosofia.

 
Postar um comentário