Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Custo Político Brasileiro !




         O Brasil está vivendo em sua história a maior crise econômica, gerando12 milhões aproximadamente de desempregados, um cenário de endividamento agudo do Estado, das empresas e das famílias. Com a queda da receita, a situação obriga a tomada de medidas drásticas, como o corte de despesas, refazendo o orçamento do Estado, das empresas e das famílias.
         O cidadão brasileiro paga muito imposto, a carga tributária no Brasil é alta, afeta a vida de todos e reprime o desenvolvimento econômico do país. O povo junto com as lideranças econômicas do país deve lutar para rever junto aos políticos as despesas do Estado brasileiro na esfera federal, estadual e municipal.
         Está na hora do cidadão brasileiro valorizar o seu suado dinheiro gerado pelo seu trabalho. Definir prioridades e impor limites para o poder público. Pressionar os líderes políticos na direção de reduzir de forma substancial o Custo Brasil.
         Irá faltar dinheiro para financiar a Seguridade Social, mas não falta dinheiro para a manutenção das mordomias dos políticos brasileiros nas esferas federal, estadual e municipal. O próximo passo a partir da Lava Jato de ser uma reforma da estrutura de gastos do Estado brasileiro. Está na hora do cidadão brasileiro questionar porque se gasta tanto dinheiro.
         As três principais prioridades para o cidadão brasileiro são: Educação, Saúde, Segurança Pública. O povo deve se organizar realizar manifestações com o objetivo de se reestruturar o Estado em novas bases, o cidadão brasileiro deve exigir um plebiscito para definir onde gastar os recursos provenientes dos impostos. E fazer os cortes necessários para tornar o Estado viável para a nação.
         O povo não tem razões para confiar nas atitudes dos líderes políticos, que demonstram ser coorporativos e incapazes de fazer uma redução de custo em suas atividades. A Câmara dos Deputados e o Senado Federal são os mais caros do mundo para o Brasil, conforme a reportagem da Globo. Com toda essa crise não se houve falar em uma redução das despesas dos políticos no Brasil. Até quando o povo brasileiro pagará por todo esse Custo Brasil? Que afeta a vida de todo cidadão brasileiro, gera desemprego e inviabiliza os programas sociais, tão importantes para gerar uma justiça social.
         A política no Brasil não gera receita apenas despesa e quem paga a conta é todo cidadão brasileiro. Está na hora do cidadão brasileiro fazer a gestão dos recursos financeiros, e dizer como deve ser gasto esse dinheiro. Os políticos não são donos do dinheiro do povo brasileiro. A necessidade da reforma de previdência é fruto da má gestão do dinheiro público.

“Eu me interesso pelo futuro porque
é lá que passarei o resto da minha vida.”
(C.E. Kettering)


Postar um comentário